Você não está logado no momento

Scanner

Scanner

 

SCANNER

Scanner

O que é um scanner?

scannerscanner é um equipamento de impressão e imagem. O scanner captura imagens de fotografias, revistas, livros, postêrs, e outros materiais similares e as envia para um computador em formatos digitais. Existem vários modelos de scanners, sendo certo que cada modelo é utilizado para um fim específico, como por exemplo scanners de alta resolução são utilizados para gerar imagens que possam sem impressas em impressoras de alta resolução, assim como scanners de baixa resolução são utilizados para gerar imagens para serem utilizadas na internet por exemplo. Existem também modelos de scanners de alto desempenho, ou seja, com alta capacidade e velocidade de escaneamento e são voltados para projetos de digitalização de documentos.

Qual scanner comprar?

Abaixo iremos relacionar algumas respostas para as seguintes perguntas:

scannerQual scanner ideal para se comprar?
Quais tipos de scanner existem?
Eu realmente preciso de um scanner?
Onde e como os scanners podem ser utilizadas?
Quais as vantagens de um scanner?

 

O scanner faz parte de nosso dia-a-dia a alguns anos e nos possibilita capturar imagens e armazená-las em nossos computadores. Empresas e grupos de trabalho que necessitam trabalhar com imagens, assim como pessoas que precisam simplesmente capturar fotos antigas e armazená-las em seu computador pessoal precisam de um scanner.



Qual scanner ideal para se comprar?

Resumidamente já falamos que o scanner pode possuir alguns detalhes técnicos específicos que ditarão as regras para se pensar na aquisição dos mesmos. Devemos em primeiro lugar pensar na resolução que gostaríamos de realizar as capturas de imagem, qual tipo de material estaremos trabalhando (capturando), e qual velocidade de escaneamento gostaríamos. Com estas premissas em mente você conseguirá escolher o melhor scanner para suas necessidades.



Quais tipos de scanner existem?

Basicamente nos dias de hoje temos 2 subtipos de scanners: os scanners de mesa, que são equipamentos capazes de escanear livros, revistas, e outros materiais que não são apenas uma folha de papel; e os scanners de rede, que são equipamentos voltados à grupos de trabalhos que necessitam realizar capturas de imagens e enviá-las para um servidor através da rede.



Eu realmente preciso de um scanner?

Se você possui a necessidade de capturar imagens e textos e salvá-los em formatos digitais, sim, você precisa de um scanner.



Onde e como os scanners podem ser utilizadas?

Os scanners podem ser utilizados tanto para capturar imagens quanto textos. Muitos scanners possuem software de OCR, ou seja, softwares que são capazes de capturar textos e reconhecer o padrão das letras, salvando assim o texto capturado como texto e não uma imagem com texto contido na mesma. Isso facilita projetos de digitalização de livros e textos antigos. 

Muitos scanners são utilizados por pessoas que em suas residências possuem a necessidade de capturar fotos e outros materiais de revistas por exemplo. Mas também são muito utilizados por editoras e grandes empresas que trabalham com imagens em alta resolução.

Escritórios de advocacia por sua vez possuem muitas vezes a necessidade de digitalizar todos seus processos e documentos jurídicos, armazenando-os assim em formatos digitais, o que facilita a busca e pesquisas futuras nos mesmos.



Quais as vantagens de um scanner?

A principal vantagem de um scanner é justamente realizar sua função de capturar imagens e salvá-las em formatos digitais. Nos dias de hoje isso é uma tarefa compartilhada também com as câmeras digitais.

 

Se você está procurando mais informações e busca mais conhecimento sobre o scanner, recomendamos o link: http://pt.wikipedia.org/wiki/Digitalizador.

Um pouco de história...

A vida moderna pode ser considerada algo quase digital. A terceira revolução industrial nos trouxe a Era da Informação, e vivemos praticamente em um universo de realidade aumentada. E é só uma questão de tempo até vermos dispositivos como o Google Glass se tornarem comuns, talvez até com um implante logo após o nascimento. Quem sabe?

Esta transposição entre o real e o virtual, e vice e versa, traz uma demanda por aparelhos que façam esta viagem. Assim, as impressoras e scanners ganham um papel de destaque em nossa sociedade, afinal, precisamos, o tempo todo, cruzar esta linha. No nosso dia a dia, parece que sempre estamos do lado errado. Se temos um documento em mãos, ele precisa ser enviado por e-mail. Em outros casos, temos um arquivo com a sua imagem na tela do celular, como um voucher de desconto em um restaurante, por exemplo, e ele precisa estar impresso para valer. É um eterno vai e vem entre um e outro.

Mas isto faz parte da evolução da informática, que aos poucos transforma um mundo analógico em digital, e assim melhora as nossas vidas, pelo lado pessoal, ao digitalizar e restaurar uma foto de infância, ou profissional, salvando documentos da empresa em um servidor on the cloud. Mas tudo tem um ponto de partida...

 

A Era pré-informática

 

 

É impressionante como a maioria das invenções da área da informática foi baseada em algum equipamento 100% analógico e mecânico com origem nos séculos 18 e 19. No caso do Scanner, a primeira máquina que trabalhava com este princípio foi o pantelegraph, uma espécie de fax primitivo, que enviava informações através de linhas de telégrafos durante a longínqua década de 1860, em uma época em que ainda éramos um Império com Dom Pedro II no trono aqui no Brasil. O pantelegraph usava sinais eletromagnéticos para guiar e sincronizar os movimentos de pêndulos, tanto do lado emissor, como o recebedor, e assim escanear e reproduzir assinaturas ou desenhos de cerca de 150 x 100 mm. Tudo isto, há mais de cento e cinquenta anos.

No início do século 20, em 1913, surgia o Belinograph, que já usava linhas telefônicas para o envio de imagens. Ele foi muito utilizado pelos veículos de comunicação entre as décadas de 1920 até 1990. No caso de fotos coloridas, cada camada referente as cores primarias RGB, vermelho, verde e azul, era enviada separadamente. Por questões de custos, esse tratamento era reservado apenas às imagens extraordinárias de eventos históricos.

 

O primeiro Scanner ninguém esquece

 

O primeiro scanner a ser usado em um computador foi desenvolvido no final da década de 1950. O computador havia sido criado pelo exército americano há cerca de dez anos, quando uma equipe liderada por Russel A. Kirsch começou a investir em um projeto para o computador trabalhar com mais do que números, ou melhor, criar uma maneira de traduzir para números outras formas de linguagem. Ele trabalhava para o US National Bureau of Standards, e a primeira imagem a ser escaneada foi de seu filho de três meses, Walden. Ela tinha 5 x 5 cm e apenas 176 pixels, mas para a época era algo espetacular.

Durante muitos anos, a tecnologia do scanner ficou restrita ao governo, em atividades militares, e na vida civil para a imprensa, que precisava das imagens para ilustrar as matérias sobre acontecimentos em outras localidades, o que poderia ser uma cidade a 300 km de distância ou do outro lado do mundo.

O primeiro modelo a oferecer algo parecido em termos de qualidade de imagem com que temos hoje foi concebido pela Microtek, em 1985. Ele era capaz de digitalizar imagens em 300 dpis, o que é considerado o ponto de partida para qualquer impressão de qualidade hoje. Entretanto, ele possuía uma desvantagem: não reconhecer cores. Todas as imagens digitalizadas eram em preto e branco e tons de cinza. Mas já era um salto significativo, os modelos anteriores não eram capazes de reproduzir todos os detalhes das fotos e outros documentos.

O lançamento da Microtek, e seu relativo sucesso comercial, incentivou a própria empresa e outras concorrentes, como a Acer e a HP a desenvolverem mais produtos na mesma linha. Mas somente nos anos 1990, resoluções em torno dos 600 dpis e em cores foram alcançadas.

Nesta época, surgiram dois modelos e conceitos diferentes de scanners: de mão e de mesa. O primeiro é parecido com um leitor de código de barras, em que o documento é digitalizado conforme o usuário cruza sua extensão com o digitalizador. Já o segundo, é o modelo mais tradicional, em que posicionamos a foto, como era comum na época

 

Presente e futuro

 

O scanner hoje está mais restrito ao ambiente profissional, em especial em empresas de comunicação, como editoras de jornais e revistas. Por outro lado, a sua presença nas impressoras multifuncionais garante que ele esteja na maioria das residências, mesmo que em segundo plano. Dentro dos escritórios, ele traz um jeito de guardar de forma segura registros de todos os tipos. Escritórios de advocacia e outros órgãos ligados a lei estão se adaptando a prática de manter arquivos virtuais. No mesmo caminho seguem as bibliotecas, principalmente aquelas dentro das universidades, que disponibilizam online tanto seu acervo, como também as produções em Trabalhos de conclusão de curso dos alunos, e teses de mestrado e doutorado.

De olho no futuro, estão sendo desenvolvidos scanners 3D, úteis desde o cinema até a medicina.

 

Segue abaixo os modelos de produtos na linha "scanner" que temos disponíveis em nosso sistema para cotação imediata. Caso você deseje que nesta listagem também sejam incluídos os scanners que temos disponíveis por encomenda, clique aqui. Se desejar utilize a barra lateral da direita para incluir filtros de busca, como por exemplo filtrar por preços, fabricante e outros detalhes específicos desta categoria de produto.


  1. Scanner Snap - Fujitsu - IX100

    MENOR PREÇO À VISTA P/ HOJE: CNPJ INSCRITO NO SINTEGRA DE SP

    R$ 1174.30

     

    Alimentado por bateria recarregável, figitaliza via Wi-Fi ou ScanSnap Conecte App, digitaliza uma página A4 em 5,2 segundo, escolha de caminhos de papel, dupla varredura, costura automática....

    Saiba mais

  2. Scanner SCANJET 1000 - HP - L2722A#BGJ

    MENOR PREÇO À VISTA P/ HOJE: CNPJ INSCRITO NO SINTEGRA DE SP

    R$ 1449.26

     

    Digitalize documentos em um instante, onde quer que você esteja, no escritório ou enquanto viaja, com o scanner portátil Scanjet 1000, o compacto HP. Organize contratos, formulários, recibos e cartões de visita em seu PC em v...

    Saiba mais

  3. SCANNER DUPLEX A4 8PPM/1 - Fujitsu - S1300

    MENOR PREÇO À VISTA P/ HOJE: CNPJ INSCRITO NO SINTEGRA DE SP

    R$ 1710.62

     

    A digitalização de documentos em um novo patamar, com o S1300 da Fujitsu você torna tudo mais organizado, solução ScanSnap. Na sua casa ou escritório, não importa onde você estiver, é um scanner compacto para sua vida...

    Saiba mais

  4. SCANNER FL A3 AAD IX500 - Fujitsu - IX500

    MENOR PREÇO À VISTA P/ HOJE: CNPJ INSCRITO NO SINTEGRA DE SP

    R$ 2546.04

     

    O iX500 é a solução ideal para reduzir o espaço de armazenamento de documentos, ao mesmo tempo em que oferece um desempenho sólido para o gerenciamento rápido e eficaz dos dados....

    Saiba mais

  5. Scanner ScanSnap SV600 - Fujitsu - SV600

    MENOR PREÇO À VISTA P/ HOJE: CNPJ INSCRITO NO SINTEGRA DE SP

    R$ 3034.35

     

    Digitaliza desde cartões de visita até documentos no formato A3. Nada de aborrecimentos para cortar ou dobrar documentos maiores do que o tamanho A4, tais como jornais e revistas, basta posicioná-los para que sejam digitalizado...

    Saiba mais
1 | 2 | 3 | 4